sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

la cumbia de la comida!


A música que te recebe hoje em nosso blog não é a toa: “LA CUMBIA DEL MOLE”, Lila Downs, está para ilustrar o que eu provei esta tarde, obviamente o MOLE. Em específico, o mole rojo.
  

Um amigo mexicano muito hospitaleiro, Rubén, me convidou para ir até sua casa experimentar o prato preparado pelas mãos de sua mãe. Nem gosto dessa boa recepção, imagina...).


O prato tem um toque doce, pois tem em seu preparo chocolate e é apimentado ao mesmo tempo. Obviamente há pimenta (de diversos tipos) e outros temperos como a canela e cravo. Não se pode esquecer ainda da carne de frango que também compõe o mole, que é uma espécie de molho, com uma textura mais espessa. 




Para acompanhar o mole temos como toda comida no México as tortillas, bem quentinhas de preferência, e arroz.


Muita música mexicana também complementou o almoço....e música gaúcha! (Apresentei algumas para os amigos: eles gostaram rs 0/)

Opinião: APROVADO! Agora, vamos provar o mole verde! (A mãe de Rubén disse que vai fazer e me convidar haha uipii!)


-
Ontem de noite, também recebi novos convitinhos amáveis. Outro amigo, SAÚL, me convidou para ir a casa de sua irmã cenar. Olha só:


Este, segundo o que me disseram são uma forma de são enchilladas
Chile (pimenta), alface, abacate, rabanete, tortillas, queijo e creme de queijo compõem este belo e coloridinho prato.


Opinião: Gostei, gostei.. não amei de paixão haha Mas, comeria de novo sim! Achei que é um prato leve e bom para a hora do jantar. 



Bom, eu tenho previsto que muitos post sobre comida sairão por aqui... muitos kilos a mais também então, como eu venho dizendo: nos vemos! talvez não neste mesmo horário, mas neste mesmo canal. 

Beijos Brasil <3

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

la moneda: PESO MEXICANO

Tudo bem, muchachos?! :)

Por aqui, a gripe já começa melhorar e temos uma viagem para este final de semana: ARRIBA! Porém, vocês só vão saber pra onde é na volta. Fica a curiosidade no ar haha

Por isso, vamos ao assunto que eu escolhi pra hoje: A moeda do país, que na verdade é algo que enche o saco no começo dá um pouco de trabalho pra entender de início, mas que é necessário.

Aqui no México temos como moeda oficial o PESO MEXICANO.





Dados comparativos (segundo a data de hoje, 30/01/2014 - valor bruto):

  • 1 Peso Mexicano ($)  = R$ 0.18 Reais do Brasil 
  • 1 Peso Mexicano ($)  0.075 Dólares Americano (USD)
  • 1 Peso Mexicano ($)  = 0,055 Euros (€)

Aproximadamente a cada 600 pesos mexicanos temos 100 reais (Brasil)


As moedas (no sentido literal) mexicanas se diferem das do Brasil quando, por exemplo, o valor mais alto que se tem é no valor de real é R$ 1 (um real), enquanto que no México o valor mais alto é $ 10 (dez pesos mexicanos). 

Em notas temos os valores de: 20, 50, 100, 200, 500 e 1000 pesos mexicanos.
As monedas: 10, 20 e 50 centavos; 1, 2, 5  e 10 pesos mexicanos.


No lugar de animais nas notas (como é no Brasil) nas notas temos pontos turísticos e importantes do México.


As moedas de centavos, eu achei são pouco usadas (eu estou com umas na carteira desde que cheguei e ainda não consegui usá-las). 

As de 10 centavos são um amor, bem pequenas... minúsculas!




Aí vai uma lista com alguns valores para comparação-ideia (segundo PACHUCA DE SOTO, Hidalgo, México):


  • Uma caixa de leite =  12 pesos
  • Uma refeição simples = 40 pesos
  • Manicure = 70 pesos
  • Transporte coletivo = 7 pesos
  • Aluguel de uma casa = 8000 pesos 


Pois bem, eu vou dar uma saidinha agora, gastar uns pesinhos e aproveitar mais o meu intercâmbio! ;)

Me encanta tenerte aquí! Hasta luego! :**


 Referências:
(Conversor de moedas Online: http://www.xe.com/currencyconverter/convert/?Amount=1&From=MXN&To=USD) (Conversor de moedas Online: http://www.xe.com/currencyconverter/convert/?Amount=1&From=MXN&To=USD)

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Pachuca, a capital de Hidalgo (Primeiras impressões)

Bom dia-tarde, galera! Agora no México [Pachuca, Hidalgo], são 12:58h e no Brasil [Maringá, PR] 16:57h.

Falando PACHUCA, hoje vou dedicar o post a ela, a cidade que me acolheu...onde estou vivendo nestes últimos dias.
Estudando na Universidade Universidad Autónoma de Estado de Hidalgo (UAEH).





Distância de Pachuca aos pontos mais conhecidos do país: 

- 100 km da Capital do País (Cidade do México); pertimm rapá
- 598 km de Acapulco;
- 1683 km de Cancún Já vejo gente lamentando haha



É muito frio nesta época do ano (acordei gripadinha hoje :~), muito vento. São 2.395 metros de altitude. 
Uma cidade com muitos prédios antigos e históricos (lindos).

Mas o que eu quero mesmo falar, que tem chamado minha atenção desde que cheguei é o horário do almoço  a respeito da simpatia e educação das pessoas daqui. 

Vejamos:

Quando se entra em um lugar onde as pessoas estão comendo, eles dizem "provecho!" (bom proveito!) aos que estão mais perto... e cumprimentam quase todos que trabalham no lugar com "Buenos días/ tardes/ noches!". 
Ao sair, agradecem ao garçom e vão se despedindo de quem mais estiver por lá "Hasta luego! (Até logo)/ Que tenga un buén día" (Tenha um bom dia!). 
Sempre bem educados!


Ao usar o transporte coletivo, também se vê isso: o motorista para, para a pessoa subir, o cidadão sobe e diz "Gracias!" ao condutor, dá um comprimento geral a todos que já estão dentro do mesmo, e sempre há resposta. 
Se a pessoa que entrou, não tem onde sentar, ou seja tem que ficar de pé, quem está sentado se oferece para segurar as coisas que essa tem nas mãos (sacolas, compras..). 
Para o pagamento da "combi" (uma das formas de transporte coletivo, que na verdade é uma van), um entrega pro outro as moedas e diz a parada ao motorista.. 
Ou seja, há um trabalho em equipe rs


Pra encontrar casa aqui e para entender o transporte para meu campus quase fiquei loucaeu também recebi ajudas nobres: gracias! 
O dia que um não podia o outro vinha, sempre muito educados, tentando ajudar. Mandavam até mapas pra não ter erro!
É professor que te dá carona, alunos levando em sua casa pra comer, mostrando os lugares, me salvando de ficar presa em banheiros rs


Enfim, uma recepção hermosa! 
Espero que seja só o começo!








Hasta luego! :**

Empezar desde cero - Começando do zero!


Pra mim, é incrível poder criar blog para falar de uma viagem que eu sempre tive em mente. Uma viagem que espero a muitos anos!
Ainda mais pelo tempo de duração: 6 meses. Isto é, terei muitas informações, fotos, curiosidades e outros para compartilhar aqui! (Agradeço aos que me deram a ideia de criá-lo e que mostraram interesse no mesmo :**).

Bom, mas antes vou resumir um pouco a razão desse meu carinho especial pelo MÉXICO e sua cultura...

É claro que as novelinhas mexicanas (infantis ou não) que eram transmitidas pelo SBT tem seu dedo aqui... haha, mas é claro! SEM DÚVIDAS! Aliás, dedo não... tem um braço todo! 
Sim, sem vergonha alguma (sou dessas!) sou muito fã! E desde muito nova...muito nova mesmo! Sem esquecer, da astúcia do meu querido BOLAÑOS e suas séries: Chapolin Colorado e Chaves. Que me influenciaram muito também na escolha do meu curso de graduação, Artes Cênicas, e diretamente no trabalho com a figura do clown, mais tarde.

E mais ou menos assim foram os primeiros contatos. Embora muito pop, já haviam vestígios da música e dos costumes mais tradicionais do povo mexicano.

Minha infância e adolescência foram marcados por músicas em espanhol: Chiquititas, Belinda, Kudai, Ha-ash, La oreja de Van Gogh, Anahí, RBD e acredite, inúmeros outros. 

Inclusive, meu presente de 15 anos foi ir a Brasília -DF em um dos últimos show do RBD #increíble. Vale MUITO A PENA destacar ainda que a banda RBD foi de suma importância. Com eles eu realmente comecei a aprender o idioma espanhol, cantando suas músicas, assistindo dvd's, seriados... 
Tenho ainda guardado roupinhas, imagens, álbuns, figurinhas, discos, letras de música, cards...Na sétima série da escola, cheguei a participar de um concurso "Garota Rebelde" (não me conformo até hoje com o segundo lugar kkkk haha) Sei as coreografias até hoje.  Mas, enfim! Se eu continuar com RBD dá pra fazer outro blog de tanto papo!

Eu comecei a descobrir um outro lado do México quando conheci Frida Kahlo e seu esposo Rivera, Lila Donws (cantora fodona tradicionalíssima) e junto, as músicas mais antigas e clássicas (aaaai como é LINDO cantar essas músicas.. e se vestir de mariachi, então?! *-*): AÍ EU TIVER CERTEZA que eu era apaixonada, me identificava e me sentia MUITO FELIZ até com as musicas mais cafonas kkkk com el México! 

Até que um belo dia então, estava eu (“esse dia foi foda” kkkk), na casa de minha amiga Tomita, pra comemorar meu aniversário, julho de 2013..vendo burocracias no site da minha universidade e surge diante de mim um edital *5 VAGAS PARA INTERCÂMBIO NO MÉXICO* "caraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaalh*, isso tá pra mim!!"

IMAGINE O DESESPERO E AS ORAÇÕES A PARTIR DAÍ haha 

Em resumo, por isso aqui estoy yo abriendote mi corazon, em PACHUCA DE SOTO, HIDALGO, MÉXICO!
Pra viver intensamente este país e tudo de bom e ruim (vishi) que ele pode me oferecer! #partiuAcapulco

  

Portfólio que fiz para minha entrevista, concorrendo a vaga de intercâmbio.




                                               
 

 Hastag partiu México!



Por fim, apenas começamos!
 Nos vemos aqui, talvez não nesta mesma hora mas neste mesmo canal! ;)