terça-feira, 28 de julho de 2015

PRATO DO DIA - Burrito!

O Burrito (se lê Burito) tem sua origem no estado de Chihuahua, norte do México e juntamente com as fajitas são classificados como um prato Tex-Mex. Este termo se refere às famílias mexicanas que vivem no Texas. 
Os mesmo são consumidos principalmente em Chihuahua, em alguns outros estados do norte do país e Estados Unidos.



¿Cómo surgieron los burritos?
ISTO É,

COMO SURGIU esse tal de burrinho, Kamis?
Para aqueles que ainda não sabem, vou contar:
Tudo começou na Ciudad Juárez (Chihuahua, MX) durante a Revolução Mexicana em 1910. 



Um homem chamado Juan Méndez, que tinha um pequeno negócio de comida, para evitar que esta esfriasse, criou uma tortilla (Que é a massa, aquela que parece uma panqueca!) bem maior que o tamanho normal, e com elas enrolava a comida. 


O prato adquiriu grande popularidade na área e até em alguns lugares dos Estados Unidos perto da fronteira. 
Juan então comprou um burrinho para dar conta de transportar todos os pedidos.
E todos os dias o povo esperava com ansiedade a chegada do famoso “burrito” com as delícias de Juan.




No TacosS tem BURRITO!?
Tem si señor!

PESSOAL, e é um BURRITO sensacional!
Com um recheio GENEROSO!
Dá ÁGUA NA BOCA só de lembrar... 

Eu já tenho um preferido! haha Como todas as sextas-feiras depois de cantar pra galera. 
Ele é o saborosíssimo: 

Burrito EL CHAVO!

Pra mim, a combinação do salmão com cream cheese são boas e fica PERFEITA quando acrescentados o guacamole e o creminho especial de Iogurte. Sem esquecer é claro, do toque essencial da  geleia de pimenta* (Meu xodó!). U M A   D E L Í C I A! Morro de amores <3 

*(A geleia de pimenta não acompanha o prato)

Em MARINGÁ, Paraná

sábado, 18 de julho de 2015

Afinal, o que é Mariachi?

Afinal, o que é MARIACHI ?


Mariachi ou Mariachis é tanto a denominação de um agrupamento musical tradicional do México quanto o nome de seus componentes.


Suspirita (meu clown) na praça Garibaldi, México DF com um grupo de Mariachis.
A praça Garibaldi é o ponto de encontro máximo dos músicos deste estilo.


Quando se fala de MARIACHIS, a quase todos vem uma ideia na cabeça: A banda do México. Os Sombreirudos! E não é para menos, já que se trata de uma tradição musical que tem sido transmitida de uma geração a outra, chegando a ser muito famosa para fora de suas fronteiras. 
É só escutar o violão, o "guitarrón" ou o trompete combinados com letras de canções que falam dos sentimentos mais profundos da alma, que os mexicanos que não estão "em casa" se transportam aos seus país de origem. 


Qual são suas origens?
Tudo aponta que tenha nascido em Jalisco, México. 
Segundo vários investigações que se tem feito ao respeito, o mariachi somente se constituía por instrumentos de corda e pouco a pouco ao longo do tempo é que outros instrumentos foram se incorporando, chegando até o que conhecemos hoje. Ainda que não haja nada escrito sobre, acredita-se que o início deste gênero musical deu-se com a organização de pequenos grupos de pessoas das zonas rurais para cantar e celebrar batizados, festas familiares e casamentos.  

Um encontro entre um mariachi brasileiro, Suspirita yo, e os típicos mariachis mexicanos.

Sua denominação
Enquanto ao surgimento da palavra mariachi, existem várias teorias. Em uma delas, dizem que esta está ligada a chegada dos franceses. Quando os soldados se deram conta das festas que os mexicanos faziam em torno dos casamentos, ficaram surpresos e começaram a chamá-los de "mariage" que em francês significa isso, casamento, e que pouco a pouco acabou se transformando até chegar ao termo Mariachi
No entanto, já existem estudos que desmentes essa ideia, pois segundo os mesmos a chegada dos franceses foi posterior. 

Sua vestimenta
A vestimenta dos mariachis é única e chama atenção por sua beleza de ornamentos!   Ligada a tradição, os músicos usam uma roupa inspirada nos ginetes/cowboys/vaqueiros mexicanos, "los charros" e é composta (em sua versão clássica) por: um chapéu (sombrero), blazer e calça bordadas.


O que cantam?

Os mariachis fazem serenatas com músicas regionais e folclóricas mexicanas: sons jaliscieneses, canções rancheiras, corridos, huapangos, boleros, son jarochos, valsas mexicanas. No entanto no cenário atual, estes se apoderaram de inúmeras outras músicas para além de sua região em seu repertório.

 Traduzido e Adaptado. [http://musicamexicana.about.com/]


Onde posso ver/ouvir MARIACHIS?

(Saiba mais sobre o grupo brasileiro de mariachis do Kamila del 8, clicando no link acima) 

* Nos encontre todas as sextas-feiras e sábados no restaurante mexicano TacosS, em Maringá, Paraná  *


Reserve sua mesa 9118-7289 / Watsap 9954-1070

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Conheça o Brasil! - Maringá, Paraná

A minha ideia com o "Conheça o Brasil" é apresentar novas facetas do nosso país, para além da imagem fixa que se vende do mesmo (como se nos resumíssemos a esta). 
Tanto pra quem é de fora, quanto aos que são brasileiros e que desconhecem certas regiões, afinal é comum, já que vivemos em um país imenso.
"Conheça" pela nossa postagem, e/ou vá até lá conhecer! Viva! 
E por que não aos que já conheceram? 
Conhecer, reconhecer, isto é, conhecer novamente, ver de outra forma, ter novas percepções sobre o que nos cerca (ou nem "tão cerca" assim...).

Enfim, a intensão é ir desvendando e anotando, aos poucos... sem muito compromisso. 
Entenda como melhor lhe convier nossas ambiguidades rs  


Pra hoje mi gente, escolhi ilustrar sobre onde tenho passado grande parte destes últimos 4 anos... Um lugarzinho do qual tenho um carinho especial, um cantito no #interiorrr do Paraná.

Desfrutem muito, o mejor disfruten muchíssimo :*
ENJOY guey ;P



Chegamos em Maringá no dia 16 de outubro de 1948, não tinha quase nada aqui, com muitas dificuldades construímos um rancho de palmito coberto de tabuinha, desmatamos a mata nativa para podermos plantar nossa roça. Foram tempos muito difíceis, faltava tudo, enfrentamos até onças e outros animais. Fazíamos compras em Mandaguari, Maringá não tinha quase nada ainda. Com o passar dos anos a situação foi melhorando, a cidade foi crescendo. Em 1953 nos casamos na antiga Catedral de Madeira. Em 1955 nasceu nosso primeiro filho, tivemos 08 filhos.
Hoje nos surpreendemos com a beleza e a grandeza de nossa querida Maringá, temos todo o conforto e estrutura de uma grande cidade, com aeroporto, hospitais, escolas, vasto comércio e indústrias e muitos pontos turísticos. Aqui criamos nossos filhos, netos e agora bisnetos. É uma bela cidade para se viver. Quem bebe desta água não vai mais embora.


Antonio Doce e Antonia Moreno
em www.historiasdemaringa.com.br
22 de abril, 2015
População
Região Metropolitana

391.698 hab.
679.324 hab
Área487,052 km2
IBGE 2014
Piloto Guilherme Garcia sobrevoando Maringá


Esta fotografia está rodando o mundo!

E será publicada na revista "National Geographic" por ter sido laureada no concurso internacional de fotografia com drones, categoria "Lugares". 
O registro é de Ricardo Mattielo

{ Entenda melhor AQUI }

Felipe Benali

Alexandre Iung

Ana Laura Silva


 Cidinha Maringá
MARINGA es una ciudad muy linda, tranquila. Durante el poco tiempo que permaneci en la ciudad vi que su gente es muy buena y te trata de ayudar de alguna manera, aun que no te entiendan el idioma. Me gusto bastante que en la ciudad existen muchos parques, tienen muchos lugares para ir en el fin de semana para relajarte, aparte que se encuentran bien conservados. Também vi una buena 
implementacion de aparatos para que la gente mayor haga exercios lo cual me gusta mucho que se insentive para buena salud de su poblacion.
Tambien vi que la ciudad tiene un restaurante popular que ayuda bastante tanto a estudiantes y personas con bajos recursos..
En general creo que para mi seria una linda ciudad donde me gustaria vivir, la educacion que ofrece la Universidad es muy excelente y deseo mucho volver a Maringa me senti como en casa..porque cuando llegue pense que seria todo muy diferente sin embargo tuve mucha suerte de elegir esta ciudad para realizar mi intercambio...


Maria Montellaños
da Bolívia,
Realizou um intercâmbio em Maringá no segundo semestre de 2014.



Todos registros, com exceção da fotografia de Mattielo, foram retirados da


 Suely Sanches







quarta-feira, 1 de julho de 2015

TRILHANDO - [Salto do Itiquira, GO]


Alô meu povo!

Olha só, eu e meus parceiraços (que aliás, além de parceiros são minha família rs), partimos no fim deste último mês, sobre quatro rodas de LEM - BA com destino ao Parque Municipal do Salto do Itiquira - GO, próximo a Brasília.

Eu descobri o lugar pesquisando sobre as maiores cachoeiras do Brasil e da América Latina (adoro rastrear as danadas, ainda mais as que estão por perto de onde estou. Sempre fui muito fã destas belezinhas!).
Meus pais então, confiaram em mim coitados e toparam encarar a minha sugestão.  


Encontrei uma pousada que fica somente a 500 m de lá e reservei um chalé pra nós. 
Chamada Estância Águas do Itiquira, também dispõe de espaço para acampar mas, seria inviável pelo clima (lá estava bem fresquinho). Apesar de que, eu já não tenho facebook, to sem whatsapp a mais de um mês e agora sem qualquer celular, tudo que me faltava era um camping pra me sentir mais supertramp rs


Isso na verdade, justifica o baixo movimento na mesma e depois, no passeio na cachoeira povo frescurento moss
Mas, eles tem certa razão... 
São poucas as opções da pousada para fora do calor intenso. Impossível entrar nas piscinas (não aquecidas), por exemplo. O jeito foi partir pra sauna e comer muito haha


E eu estava crente de que algumas destas calorias nós gastaríamos andando no parque, no entanto me enganei legal pois é muito perto e fácil o acesso estacionamento-cachoeira, além de ser todo asfaltado. Ideal para levar vôzinhos e crianças. 

Penteado ao estilo cachorro molhado haha

Salto do Itiquira, Itiquira quer dizer gota de água/vertente de água/berço d'água em tupi. Sua queda é de 168 metros, sendo a oitava maior do Brasil.

É possível chegar bem perto da queda, mas é difícil fotos por lá pelo "banho" e ainda devido ao vento que é bem forte. 



Uma delícia de passeio, adoramos! 
X-plore em família é bem tranquilo, super válido! Já to pensando pra onde vamos no próximo rs  E também já to com saudades, lindos :* 
(ATENÇÃO: Tô de volta, povo do Paraná rs)




Entrada no Parque
R$ 10
*Estudante, idosos e crianças de até 3 anos pagam meia.
Diária dos Chalés
R$ 470
*Só inclui café da manhã